Feeds:
Posts
Comentários

Archive for novembro \18\UTC 2008

Nunca pensei que Courtney Love teria algo a me ensinar…mas eis que a vida é uma caixinha de surpresas, e num belo domingo de sol…

Linda e loura ?

Linda e loura ?

Courtney Love me ensina que é possível postar sempre mais em seu blog!

Sim, a fofa conseguiu postar mais de 60 vezes no seu blog pessoal no MySpace no último domingo. Já sobre o conteúdo, esse humilde blog prefere não tocar no assunto, já que nosso foco não é psiquiatria!

E esse look Meu Pai ? CRUZES! Me lembre uma cruza de Gasparzinho X Viúva Porsina*!

* (Para os mais jovens, era um personagem da Regina Duarte, breguíssima e amante das cores berrantes, numa novela dos anos 80, cujo nome desapareceu dessa mente sequelada…)

Antes ver isso que ser cega. E para quem está lendo “Ensaio sobre a Cegueira” do Saramago, creiam-me, isso é muito sincero!

Read Full Post »

Mulher tem cada uma que só mesmo outra mulher pra entender !
Desde que vi pela primeira vez na mídia o lápis Violet da Chanel, fiquei doida. Em seguida vi a máscara Bad Gal Blue da benefit, e em algum lugar dos meus neurônios ficou decretado que eles haviam nascidos um para o outro, como almas-gêmeas !

A partir desse misterioso instante não sosseguei enquanto não tive os dois juntinhos ! (Acreditam que nem os testei sozinhos? Vai entender…)

Enfim, que eu gostei bastante, mas fiz uma pequena mudança, comprei o Violine da Chanel que tem a mema cor do Violet, mas é a prova d’água (e não necessita de uma guerra para se livrar dele depois !).

E o resultado ta aí…..

Olhos preparados com paint pot MAC painterly.


Sem nada (Ou melhor PP Painterly…):

sem-nada

Lápis Chanel Violine embaixo, Rimel Benefit Bad Gal Blue (2 camadas) nos cílios:

lapis-chanel-violine-embaixo-rimel-benefit-bad-gal-blue-2-camadas-nos-cilios

Lápis Chanel Violine embaixo, Rímel Maybelline Colossal nos cílios (1 camada) e Rimel Benefit Bad Gal Blue apenas nas ponta dos cílios, aplicado depois do Colossal:

lapis-chanel-violine-embaixo-rimel-maybelline-colossal-nos-cilios-1-camada-e-rimel-benefit-bad-gal-blue-apenas-nas-ponta-dos-cilios-aplicado-depoi

O tamanho da escovinha do Benefit Bag Gal Blue é mega, mas totalmente mess-free. Não faz bagunça, sujeira, nem borrões, e olhe que essa que vos fala/escreve é a rainha da bagunça !

Essa de passar a máscara preta e o BGB nas pontas é uma dica do site da Benefit, e sinceramente não vejo qualquer diferença. De dia vc nota bastante a cor, principalmente de perto ou no sol. De noite acho quase impossível notar que não é preto. E realmente destaca os olhos, na minha opinião. Já fiz make preta ao lado dessa e vi que o efeito para o meu castanho é realmente enorme !

Enfim, gostei muito do lápis, e adorei a máscara!

Read Full Post »

Séries – Ghost Whisperer

Eu sou definitivamente uma série-maníaca. E de gosto duvidoso ! Creia-me !
Da extinta-e-recém-ressucitada “Beverly Hills, 90210 “, chamada pela Globo nos anos 80 de “Barrados no Baile“, Melrose, The O.C. (Não disse que o gosto era duvidoso ?), Saving Grace, Ghost Whisperer, Sex and the City (Lógico !!!), Lost, Gossip Girl e por aí vai….minha lista é extensa.

Assim como na vida real, na vida de quem ama suas séries favoritas, sempre há uma decepção a ser superada. Já fiquei chocada com a morte da Marissa de “The O.C.“, da Andréa, sócia da Melinda Gordon em Ghost Whisperer . Mas a mais nova decepção parece mesmo insuperável ! Se alguém acompanha Ghost Whisperer, vai entender o que estou falando. Pra quem não acompanha,  meu resumo do enredo:

“Melinda Gordon mora numa pequena cidade dos EUA, casada com Jim (marido fofo que ajuda Melinda a ajudar os fantasmas, e ainda ajuda mais um monte de gente porque é paramédico ), dona de um antiquário com uma sócia/funcionária adorável, que tem um filho adolescente também fofo, e que tem mais uma coisinha: a habilidade de ver e falar com os mortos. Então além da vida real, Melinda tenta ajudar esse espíritos, que tem assuntos mal resolvidos, a resolverem suas “pendências, e fazerem a passagem (É, aquele lance da luz e tal…) E conta com o apoio dos amigos, maridon e tals…“

(Já disse que tenho gosto duvidoso?)

Apresentando:

Melinda Gordon

Melinda Gordon

Jim Clancy

Jim Clancy

Enfim, adoro a série, as histórias positivas, as lições e pequenas mensagens que podemos encontrar nos episódios. (…momentos “Alice“…)

Mas agora na quarta temporada, no sexto episódio, passado a semana passada nos EUA,  Jim, o marido, foi atingido por um tiro, e no finalzinho do episódio, ele aparece fora do corpo, já morto, enquanto os médicos tentam em vão reanimar seu corpo !

PUTA QUE PARIU ! Matar o Jim não né? Como assim Bial ?

Cabeça de telespectador acostumado com a Globo: Não, ele não morreu né?! Afinal, existe desfibrilador pra que né? (Também assisto E.R., House e Greys Anatomy !)

Bom, findo o capítulo, rosto banhado em lágrimas, resta praguejar contra o autor da série por ser assim tão desumano com os telespectadores (Ô palavrinha mais Silvio Santos!) e esperar uma semana INTEIRA pra saber se esse infeliz criou juízo e ressucitou o Jim !

Hoje, estou eu linda e loura baixando o torrent do sétimo e temido episódio. Sim, eu baixo torrents, e P2P e o diabo que aparecer. Minha irmã diz que eu sou um índio no quesito cidadã, sempre com um complementar: _Não que um índio se comporte como você !
Nunca entendo, mas se fosse índia, não gostaria de ouvir isso !

Enfim, capítulo baixado, legendas a postos, figas feitas, vou lá pra ver o q eu acontece ao Jim !

PUTA QUE PARIU ! MATARAM O JIM ! E mataram mesmo, sem idéia de retorno. Volto a cena várias vezes, quase esperando surgir uma ressurreição abrupta, mas nada, Jim está realmente morto. E não quer fazer a passagem. Assisto o resto do capítulo numa tristeza de fazer dó, quase em estado letárgico, chocada mesmo. Coitada da progenitora do autor…

Mas como se não bastasse o choque no começo do capítulo, a cerejinha bizarra fica pra cena final, quando Jim “pula“ pra dentro de um corpo de um outro coitado que tinha acabado de morrer. E RESSUCITA em outro corpo.

Senhoras e senhores, autore de série, pelamor….que andam tomando vós? LSD?

Fui da tristeza sem fim ao choque-nojinho-blahhh…..o que que é isso minha gente, roubar corpo já é demais né ?!

Será que o autor já parou pra pensar que quem acompanha a série, escolheu um seriado calminho, tranqüilo, com historinhas parecidas a cada capítulo?

Ninguém certamente queria ver corpos sendo roubados, casais perfeitos separados pela morte, afff….desquitei!

É TPM minha gente.

Read Full Post »